FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

O Governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, anunciou na noite desta quinta-feira (29) o lançamento da edição de 2021 do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, durante a realização do evento-teste no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), com show da Camerata Florianópolis. Neste ano, o principal instrumento de fomento à arte e à cultura catarinense manterá o valor da edição anterior, de R$ 5,6 milhões distribuídos a 215 projetos de todas as regiões do estado. As inscrições começam no dia 8 de agosto de forma gratuita e totalmente digital.

"Este é um anúncio importante: mais um movimento do governo em valorização da cultura catarinense", pontuou Moisés.

Promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o Prêmio divide-se em três editais: Patrimônio e Paisagem Cultural, Artes Populares e Artes. Estes, por sua vez, subdividem-se em 13 categorias. São elas:

Patrimônio e Paisagem Cultural:
- Patrimônio Material
- Patrimônio Imaterial
- Museus
- Bibliotecas Públicas

Artes Populares:
- Artes Circenses
- Culturas Populares e Diversidades
- Culturas Negras e Afro-Brasileiras
- Culturas dos Povos Indígenas

Artes:
- Artes Visuais
- Dança
- Música
- Teatro
- Letras: Livro, Leitura e Literatura

Em 2020, o Edital teve inscrições abertas entre julho e agosto e contemplou 215 projetos de todas as regiões do Estado. No total, 1.251 propostas foram encaminhadas para concorrer à premiação.

Para facilitar ainda mais o acesso ao levantamento bibliográfico sobre Anita Garibaldi elaborado pela Biblioteca Pública de Santa Catarina, o público dispõe também de um QR Code que remete ao material. Confira abaixo:

QR Code catálogo Anita Garibaldi

Lançado no Dia Internacional da Mulher, 8 de março de 2021, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) homenageia Anita Garibaldi em seu bicentenário de nascimento com o catálogo que reúne diversas matérias e artigos sobre a "heroína de dois mundos". O material agrupa textos publicados em jornais digitalizados pela Hemeroteca Digital Catarinense. Também há artigos do acervo digital da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro.

:: Acesse: Levantamento Bibliográfico Anita Garibaldi

A organização do material foi feita pela bibliotecária responsável pelo setor de Santa Catarina, Helen Moro de Luca, com o objetivo de auxiliar em futuras pesquisas sobre a história de Anita Garibaldi. Os termos utilizados na composição do levantamento bibliográfico foram “Anita Garibaldi” e “Annita Garibaldi”. Entre as 5.417 ocorrências encontradas, 654 delas foram consideradas válidas, ou seja, tratavam sobre a pessoa de Anita ou familiares. O documento está organizado em tabelas com todas as informações pertinentes às matérias de jornal encontradas, juntamente com o link para acesso.

A compilação dos dados e a produção do documento também fazem parte de uma série de materiais produzidos pela FCC para a comemoração do bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi, celebrado em 2021.

Imagem:

Guttmann Bicho
Retrato de Anita Garibaldi, 1919
Óleo sobre tela 122 x 90 cm
Acervo do Museu de Arte de Santa Catarina

Fonte: https://aplicacoes.fcc.sc.gov.br/wpmasc/acervo/retrato-de-anita-garibaldi/

O Miscuta desta segunda-feira, 26 de julho, tem a participação do cantor Serlen Luchi, vocalista da banda Plugados.

Fique bem, fique em casa e acompanhe o Miscuta!
Se precisar sair, use máscara e cuide-se!

Nesta quinta e sexta-feira (22 e 23), bandas de sete municípios catarinenses receberam instrumentos musicais provenientes do Edital Prêmio Funarte de Apoio a Bandas de Música 2020. Eles se somam às outras cinco bandas que já receberam seus instrumentos entregues pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) desde o início da semana.

Na quinta-feira (22), foi a vez de representantes das bandas Max Jakusch e Banda Concerto de Escola de Música Prof. Valdeci Maia, de Rio Negrinho; da Banda Municipal de Agrolândia; da Banda Municipal de Abdon Batista; da Banda Municipal Unidos de Imaruí e da Banda Municipal de Ipumirim receberem os instrumentos na sede da FCC, em Florianópolis. Nesta sexta-feira (23), retiraram as peças os representantes da Banda Municipal Professor João Muller, de Timbó, e da Banda Sinfônica da Escola de Música Donaldo Ritzmann, de São Bento do Sul.

No total, 18 bandas de 16 municípios catarinenses foram contempladas no Edital, cinco das quais já retiraram os instrumentos junto à FCC. O objetivo é premiar conjuntos musicais denominados "Banda de Música", "Banda Municipal", "Banda Sinfônica", "Banda de Concerto", "Banda Filarmônica", "Sociedade Musical", "Orquestra de Sopro", em âmbito nacional, a fim de reconhecer e propiciar a melhoria da qualidade técnica e artística com a distribuição gratuita de instrumentos de sopro para ampliação ou reposição das peças. No total, foram destinados R$ 5.475.050,20 para a realização do Edital que contempla cerca de 158 projetos em todo o país. Cada proponente pode escolher até cinco instrumentos, sendo um de cada naipe, entre bombardinos, bombardões, clarinetas, saxofones, trompetes, trombones, flautas e trompas.

:: Confira a galeria de fotos com todos os representantes

A Comissão de Organização e Acompanhamento e a Comissão de Organização Eleitoral (COA/COE) do Processo Eletivo dos Representantes da Sociedade Civil do Conselho Estadual de Cultura (CEC-SC) para o biênio 2021/2023 divulga a lista dos candidatos e os respectivos votos recebidos no pleito realizado durante o último domingo (18) de forma virtual. O resultado foi divulgado ontem (22), no site da Fundação Catarinense de Cultura e na página da instituição no Facebook

:: Confira a lista com número de votos dos candidatos 

Para o assento de Artes Visuais, como houve acordo entre os dois únicos candidatos no sentido de compor titularidade e suplência do processo eletivo, não haverá divulgação dos votos, apenas da ordem acertada e oficiada em 18 de julho de 2021. Dos candidatos homologados nos Fóruns Regionais nos dias 3 e 4 de julho de 2021 que apresentaram desistência da concorrência do Processo Eletivo Estadualizado no dia 18 de julho de 2021, se porventura seus nomes ainda estivessem na ficha de votação, eventuais votos serão considerados inválidos.

De acordo com o disposto no artigo 4º, da resolução 01, de 10 de junho de 2021, durante o processo de apuração, os votos oriundos de eleitores que não atenderam os pré-requisitos de ter cadastro completo no Mapa Cultural serão anulados, em especial quando não houver currículo ou portfólio (foto e/ou vídeo) que comprove a atuação do votante na área votada. No caso de votos repetidos em qualquer candidato, mesmo que o votante atenda os pré-requisitos, apenas um voto será considerado válido, os excedentes serão excluídos do processo de apuração. No caso de votantes que votaram em mais de um candidato, todos os votos serão considerados inválidos.

Votantes que colocaram no campo reservado ao número de cadastro no Mapa Cultural SC na cédula digital de votação o link do Mapa Cultural SC, ou outra informação que identifique o seu número do Mapa Cultural SC correto, terão seus votos considerados válidos. Votantes que colocaram no campo reservado ao número de cadastro do Mapa Cultural SC quaisquer informações em que não aparecem, ou não se identifica número de cadastro do Mapa Cultural SC válido, terão o voto considerado inválido. Votantes que se identificaram como residentes em municípios que não são do estado de Santa Catarina terão seus votos considerados inválidos. Votantes cujo Mapa Cultural SC não comprova a transversalidade de áreas, ou que a área escolhida para o voto não esteja contemplada, terão o voto considerado inválido.