FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Fechado há mais de dez anos, o Laboratório de Conservação, Restauração e Encadernação (LACRE) da Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC) retomou suas atividades na última semana, tendo em vista o elevado número de jornais que aguardam e necessitam do trabalho para sua manutenção. A instituição guarda em seus acervos a Coleção de Jornais Catarinenses dos Séculos XIX, XX e XXI, consolidada como patrimônio cultural de natureza material, sendo atribuição do Estado garantir a preservação deste valioso conjunto, de importância vital para a memória documental bibliográfica e de valor inestimável para a identidade e a história da coletividade.

O acervo de jornais cresce diariamente e, por determinação técnica, necessita ser acondicionado em condições adequadas, tais como capas duras revestidas de tecido ou vulcapel e costuradas, o que proporcionará as condições ideais para a manipulação segura dos originais pelos pesquisadores que procuram a Biblioteca. Dessa forma, garante-se a durabilidade e a longevidade dos documentos. Além disso, há ainda a necessidade de reencadernar e restaurar um número expressivo de jornais raros dos séculos XIX e XX desta que configura a maior e mais completa coleção de jornais regionalizados de Santa Catarina e uma das maiores do Brasil. O trabalho possibilitará a desinterdição deste material que, por medida de segurança, atualmente não pode ser utilizado nas pesquisas.

Com a reativação do LACRE, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), administradora da BPSC, cumpre o que preconiza a Constituição da República Federativa do Brasil e a
Carta Magna de Santa Catarina no sentido de proteger este patrimônio para as gerações atuais e futuras.