FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Como forma de homenagear aquele que durante 25 anos foi o responsável por transformar a sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura em referência da sétima arte no estado, o espaço localizado em Florianópolis agora leva o nome de Gilberto Gerlach. A lei nº 18.201, de 13 de setembro de 2021, que prevê a alteração, foi sancionada pelo governador Carlos Moisés da Silva e publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (14).

Gerlach faleceu no último dia 6 de maio, aos 77 anos, em sua casa na cidade de São José, na Grande Florianópolis. Servidor aposentado da FCC, foi o criador do Cineclube Nossa Senhora do Desterro, que funcionou no CIC entre 1984 e 2009, e responsável pela programação de grandes filmes da história mundial exibidos no local.

Biografia

Escritor, pesquisador e cinéfilo, Gilberto Gerlach ocupava também a cadeira 17 da Academia Catarinense de Letras (ACL). Por cerca de 34 anos foi servidor da FCC, instituição pela qual se aposentou em 2013.

Referência na área cinematográfica do Estado, Gerlach criou em 1968 o Cineclube Nossa Senhora do Desterro, que funcionou no CIC até 2009, quando o espaço foi fechado para uma grande reforma. O Cineclube foi responsável por exibir filmes fora de circuito comercial, além de cópias raras em 35 mm de grandes filmes da história mundial do cinema.

Como pesquisador e escritor, Gerlach é autor de livros que ajudam a contar a história catarinense com o uso de materiais fotográficos raros, como as obras São José da Terra Firme (2007), Desterro (2010), Ilha de Santa Catarina - Florianópolis (2015) e Colônia Blumenau no Sul do Brasil (2019).