FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Agraciada com a Medalha de Mérito Cultural Cruz e Sousa, entregue simbolicamente pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC) em cerimônia virtual no ano passado, a Banda de Música da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro recebeu a condecoração de forma física nesta segunda-feira (21), por meio do comandante da Brigada, General Prado, e do regente da Banda, Tenente Aurélio. Fizeram a entrega o presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Edson Lemos; o presidente do CEC, Marcelo Pereira Seixas; e a conselheira Dolores Carolina Tomaselli, que visitaram o 63º Batalhão de Infantaria, localizado em Florianópolis.

A Banda de Música foi premiada na categoria Pessoa Jurídica, durante a solenidade que ocorreu de forma virtual no dia do aniversário do poeta Cruz e Sousa, em 24 de novembro de 2020. A maior honraria da área cultural no estado foi criada em 1994, por meio do decreto nº 4892/94, e tem como objetivo reconhecer importantes feitos em prol do desenvolvimento cultural de Santa Catarina.

Sobre a Banda

A Banda de Música da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada surgiu no início do século XIX, criada por um Decreto assinado por D. João VI, em 27 de março de 1810. Na época, ela compunha o 3º Regimento de Infantaria do Rio de Janeiro. A história da Banda de Música em solo catarinense começou em fevereiro de 1919, com a vinda do 14º Batalhão de Caçadores, instalado no velho quartel do Coronel Soares Coimbra, construído em 1791, na atual área do Instituto Estadual de Educação, em Florianópolis. Considerada a alma da tropa, com seus Dobrados, Hinos e Canções, a Banda de Música é um importante instrumento de comunicação social, capaz de levar alegria, vibração e entusiasmo por onde passa. Atualmente, a Banda de Música da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada é composta por 32 músicos, oriundos de várias partes do território nacional.