FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Integrando as comemorações dos 40 anos da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), nos dias 19 e 20 de julho será realizada a segunda edição do Seminário sobre Armações Baleeiras de Santa Catarina. As atividades acontecerão na sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), com inscrições gratuitas. A conferência de abertura contará com a participação do pesquisador chileno, Daniel Quiroz, que falará sobre a experiência chilena de plantas baleeiras e histórias de abandono. Daniel Quiroz é licenciado em Antropología, Universidad de Chile (1978), Antropólogo Social, Universidad de Chile (1978), mestre em Arqueología, Universidad de Chile (2002) e doutor em Historia, Universidad de Chile (2014).

Ainda ao longo do dia está prevista uma dramatização sobre a temática dos cetáceos e conversas com construtores de baleeiras.

As inscrições deverão ser feitas no local, durante o credenciamento e são limitadas a 130 pessoas. O organização do evento conta com a parceria do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (IGHSC).

Confira a programação:

Sexta-feira, dia 19:

:: 08h30 às 09h
Credenciamento 
(entrega de crachás e pastas)

:: 09h às 10h 
Mesa de Abertura 
Conferência de abertura: Daniel Quiroz - Dirección de Bibliotecas, Archivos y Museos (Chile)

Título: Historias de abandono: las plantas balleneras modernas chilenas
Apresentação: Ana Lúcia Coutinho, presidente da FCC


:: 10h às 11h 
Conferência presidente: Eduardo Bajara de Souza - departamento de Cultura de Penha - SC 
Título: Real Armação Baleeira de São João Batista de Itapocoroy
Apresentação: Diego Fermo, diretor de Patrimônio da FCC.

:: 11h às 12h 
Roda de Conversa com construtores de baleeiras 
com Manuel Constante - construtor naval de Garopaba e Eduardo Bazilicio da Rocha – construtor de baleeiras de Biguaçu
Moderador: Fabiano Teixeira (pós-graduação em Arqueologia (Ufsc)

 

:: 12h às 14h: almoço 

:: 14h às 14h45
Conferência: Nelma Baldin – Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina 
Título: Armações Baleeiras sob Administração da Marinha 
Apresentador: Augusto Cezar Zeferino, presidente do IHGSC

 

:: 14h45 às 15h14 
Dramatização com Chico Bicudo
Título: No Tempo da Armação 

:: 15h15 às 15h30: intervalo 
 
:: 15h30 às 16h30 

Mesa Proteção dos Remanescentes de Armações Baleeiras
Mediação: Diego Fermo (diretor de Patimônio Cultural da FCC)
Fabiano Teixeira (Ufsc) 
Título: Proposta de Minuta de Decreto para Ratificação do Tombamento de Garopaba com vínculo a armação.
Rodrigo Rosa (gerente de Patrimônio Imaterial da FCC)
Título: Apresentação de Proposta de Projeto de Salvaguarda das Armações Baleeira 

:: 16h30 às 17h15 
Conferência de encerramento
Fabiana Comerlato e Nelma Baldin
Título: Registro visual e musealidades: as baleias postas em cena 

17h15min às 17h30min 
Vídeo de encerramento
Apresentação: Karina Groch e Katia Bolis.
Título: As baleias francas em Santa Catarina (Instituto Australis).

Sábado, dia 20:
Passeio Cultural em Garopaba
(inscrições limitadas).

Ascom FCC

De 15 a 17 de julho, a cidade de Laguna, no Litoral Sul catarinense, recebe o maior evento do setor museológico de Santa Catarina. O 5º Fórum Catarinense de Museus é organizado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Sistema Estadual de Museus de Santa Catarina (SEM/SC), tendo na atual edição a parceria da Fundação Lagunense de Cultura.

O Fórum já conta com mais de 260 participantes inscritos, de todas as regiões catarinenses e de outros estados. São profissionais de museus, gestores públicos de cultura, educação, estudantes e interessados na discussão sobre patrimônio museal e a sua relação com a sociedade. Nesta edição, o objetivo do evento é refletir, debater e aprovar o Estatuto Catarinense de Museus.

A programação ocorre em quatro prédios históricos de Laguna: Cine Teatro Mussi, Casa Candemil, Casa Pinto D'Ulysséa e Museu Histórico Anita Garibaldi. Estes espaços receberão conferências, relatos de experiência de museus catarinenses, paineis, oficinas, grupos de trabalho, mesas redondas, apresentações culturais e a plenária para o debate e aprovação do Estatuto Catarinense de Museus. Estão previstos ainda encontros paralelos da Rede de Educadores em Museus (REM/SC), Associação de Conservadores e Restauradores de Bens Culturais (ACCR) e o 3º Encontro dos Museólogos da 5ª Região.

Mais informações podem ser obtidas diretamente com a organização do evento pelos telefones (48) 3664-2604 / 3664-2605 / 3664-2606, e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou no site oficial do Fórum cultura.sc.gov.br/forum-de-museus

Serviço:

O quê: 5º Fórum Catarinense de Museus
Quando: de 15 a 17 de julho de 2019
Onde: Laguna (SC)
Cine Teatro Mussi
Casa Candemil
Casa Pinto D'Ulysséa
Museu Histórico Anita Garibaldi
Informações: (48) 3664-2604 / 3664-2605 / 3664-2606 / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / cultura.sc.gov.br/forum-de-museus

Para marcação de entrevistas e outras informações para imprensa, entrar em contato com a Assessoria de Comunicação da FCC pelos telefones (48) 3664-2571 e 3664-2572

Restam poucas vagas para o 5º Fórum Catarinense de Museus, que ocorrerá na próxima semana, de 15 a 17 de julho, na cidade de Laguna, no Sul do estado. O evento tem como missão ampliar o diálogo entre os museus, seus profissionais e demais membros da sociedade civil interessados na área. A programação faz parte, ainda, das atividades comemorativas dos 40 anos da FCC.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas clicando aqui.

O 5º Fórum Catarinense de Museus (FCM) é organizado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio da coordenação do Sistema Estadual de Museus de Santa Catarina (SEM/SC), tendo na atual edição a parceria da Fundação Lagunense de Cultura.

O FCM constitui-se como o maior evento do setor museal catarinense, reunindo profissionais de museus, gestores públicos de cultura, educação, estudantes e interessados na discussão sobre patrimônio museal e a sua relação com a sociedade. Nesta edição, o objetivo é refletir, debater e aprovar o Estatuto Catarinense de Museus.

Saiba mais no site oficial do evento: cultura.sc.gov.br/forum-de-museus. A programação pode ser conferida neste link.

 

Na tarde desta quarta-feira (19), o prefeito de Urussanga Luis Gustavo Cancellier e secretários estiveram na Fundação Catarinense de Cultura (FCC) para uma reunião com o diretor de Patrimônio Cultural Diego Fermo.  A comitiva viajou a Florianópolis com o objetivo de buscar uma aproximação entre o município e a FCC, a fim de desenvolver ações voltadas para o patrimônio local, tendo em vista o rico acervo da região.

Apenas a Praça Anita Garibaldi, localizada no Centro Histórico de Urussanga, por exemplo, possui 18 bens tombados.  A ideia é elaborar, com o auxílio da instituição, um plano diretor para revitalizar e requalificar a região, além de transformar a região central do município em um atrativo econômico e turístico.

Foi divulgada a lista de selecionados do Programa Iberoamericano de Bibliotecas Públicas e muitos  bibliotecários, gestores ou membros da equipe de biblioteca públicas de Santa Catarina foram contemplados. Para essa seleção, o Sistema de Bibliotecas de Santa Catarina, a pedido do Sistema Nacional, divulgou e sensibilizou os profissionais catarinenses a participarem do processo. A seleção envolve países como Chile, Colômbia, Equador, Espanha, México e Paraguai, além do Brasil. Os cursos são online, de Formação de usuarios e alfabetização informacional e de  Gestão e preservação de patrimônio digital. 

Entre os brasileiros selecionados, cerca de 30% são catarinenses.

Conheça o programa e confira a lista de selecionados: http://www.iberbibliotecas.org/convocatoria-de-cursos/

Sobre o Iberbibliotecas : Programa Iberoamericano de Bibliotecas Públicas, e tem como objetivos promover o acesso livre e gratuito a leitura e a informação de todos os cidadãos sem discriminação alguma, por meio de uma rede iberoamericana de cooperação em matéria de bibliotecas públicas que permita gerar sinergia e potencializar  recursos em uma plataforma de beneficios comuns para todos os países participantes  do Iberbibliotecas.