TAC  Instagram

Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)

O Teatro Álvaro de Carvalho teve sua pedra fundamental lançada em 29 de julho de 1857, mas a inauguração oficial só ocorreu em 7 de setembro de 1875. Mesmo antes disso, entre 1871 e 1872, o Teatro já era utilizado com o nome de Santa Isabel, em homenagem à Princesa Isabel. A partir de 1894, o prédio ganhou o atual nome de Álvaro de Carvalho, uma homenagem ao tenente e comandante da Marinha Brasileira que foi também o primeiro dramaturgo catarinense. 

O TAC teve, ao longo desse século e meio, inúmeros e, por que não dizer, estranhos usos. Num período bastante conturbado na Ilha, entre 1893 e 1894, houve poucas apresentações no Santa Isabel. Em outubro de 1893, o prédio foi designado como quartel da Guarda Nacional, opositora ao governo provisório da nova República do Brasil. Mais tarde, com a retomada do poder pelo Exército, muitos presos políticos do General Moreira Cesar foram levados e detidos no prédio. 

O espaço foi também o lugar da primeira exibição de cinema em Florianópolis. Em 1º de novembro de 1901, o inédito cinematógrafo pertencente a Mr Kaurt exibiu a Guerra do Transwaal. No fim da mesma década, foi o equipamento trazido por José Julianelli que exibiu filmes no TAC. Já nos anos 1920 e 1930, o Teatro virou Cine Odeon e Royal.

Mágicos, ventríloquos, ilusionistas e telepatas também subiram ao palco do TAC em bailes oferecidos por políticos. Outras festas celebravam as debutantes. Numa época em que não havia cadeiras fixas, seu amplo salão era ideal para esses eventos. Reuniões políticas, leitura de manifestos, festivais beneficentes e até visitas de presidentes ocuparam o espaço.

Muito tempo se passou e, desde a década de 1970, o TAC é palco exclusivamente de espetáculos artísticos e culturais que celebram o melhor da produção catarinense. Atualmente, o espaço é administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC). 

 

***************

Horário da bilheteria: 
Espaço temporariamente fechado.

Ingressos para os espetáculos devem ser adquiridos de forma online, de acordo com o site indicado na divulgação de cada produção;

Comprovações de documentos somente na entrada do evento;

Obs: O Teatro não se responsabiliza por ingressos adquiridos fora de suas dependências.

Os documentos devem ser apresentados com o ingresso na porta de acesso ao teatro.

De acordo com a Portaria nº 047, de 19 de setembro de 2017, está proibido o consumo de alimentos e bebidas na plateia dos teatros administrados pela Fundação Catarinense de Cultura (Teatro Álvaro de Carvalho e Teatro Ademir Rosa).

Telefone: (48) 3665 6401.