FCC FacebookTwitterYoutube

Mostra Move Catarina

Categoria :
CIC
Data:
01/08/2018 19:30
Local
Sala de Cinema do CIC - Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica, Florianópolis - SC, 88025-202
Brasil

O mês de agosto inicia com a sessão Cinemática especial, integrando a 2ª Àjé - Mostra Mulheres Negras no Cinema que traz para as telas catarinenses filmes e debates com o cinema feito, ou protagonizado por mulheres negras. A sessão do dia 03 contará com a presença da diretora Camila de Moraes, com apoio da Secarte-Ufsc e Cineclube Cinema Unisul.

 

Mostra Move Catarina
01 e 02 de agosto (quarta e quinta), às 19h30
5 curtas inéditos por noite de cada macrorregião do estado
Dia 01 - Sessão Catarina - Vale Itajaí
Dia 02 - Sessão Catarina – Norte
Classificação indicativa: 14 anos.



O Caso do Homem Errado
03, 0 4 e 05 de agosto (sexta a domingo), às 19h30

Dia 03 - Conversa sobre o tema com diretora Camila de Moraes, MNU, Coletivo NEGA e SLAM
Dia 04 - Conversa sobre distribuição indie.
Dia 05 - Conversa livre com a cineasta Camila de Moraes.

Lançamento: O Caso do Homem Errado
Direção: Camila de Moraes
Duração: 77 min
Ano: 2017
Roteiro: Camila de Moraes, Mariani Ferreira e Maurício Borges de Medeiros
Produção Executiva: Camila de Moraes e Mariani Ferreira
Direção de Fotografia: Maurício Borges de Medeiros
Trilha Musical: Rick Carvalho
Montagem: Maurício Borges de Medeiros
Desenho de Som: Guilherme Cássio dos Santos
Classificação indicativa: 10 anos

Sinopse: O documentário conta a história do jovem operário negro Júlio César de Melo Pinto, que foi executado pelaBrigada Militar, nos anos 1980, em Porto Alegre. O crime ganhou notoriedade após a imprensa divulgarfotos de Júlio sendo colocado com vida na viatura e chegar, 37 minutos depois, morto a tiros no hospital. Ofilme traz o depoimento de Ronaldo Bernardi, o fotógrafo que fez as imagens que tornaram o caso conhecido, da viúva do operário, Juçara Pinto, e de nomes respeitados da luta pelos direitos humanos e do movimentonegro no Brasil. Além do caso que dá título ao filme, a produção discute ainda as mortes de pessoas negrasprovocadas pela polícia. A Anistia Internacional, inclusive, fala de genocídio da juventude negra devido ao grande número de jovens negros assassinados pelas forças de segurança no país.

 
 

Todas as Datas:

  • 01/08/2018 19:30
  • 02/08/2018 19:30

Fornecido por iCagenda