FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Enquanto segue fechada ao público, como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus, a Biblioteca Pública de Santa Catarina passa a oferecer um novo serviço, a distância, para os usuários que precisam de informações que se encontram em jornais e periódicos não digitalizados. Para solicitar a pesquisa nessas publicações, basta enviar um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., descrevendo a informação que precisa acessar.

As respostas com os materiais digitalizados serão enviadas à medida em que as informações forem encontradas, dentro da capacidade de atendimento da BPSC que está trabalhando com sua equipe reduzida em função da pandemia. Lembramos, ainda, que a Hemeroteca Digital Catarinense é um serviço totalmente on-line oferecido pela Biblioteca, e que conta com centenas de jornais e períodicos a partir do séculos XIX já digitalizados e disponíveis para download em http://hemeroteca.ciasc.sc.gov.br/.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina é parceira na realização semanal de encontros virtuais gratuitos de arteterapia, voltados ao público infantojuvenil, no mês de agosto. A iniciativa é da professora Marta Cristina Ferazza, que é a facilitadora das sessões.

Para participar, interessados devem se inscrever pelo telefone (48) 99921-3053. Os encontros ocorrerão às segundas, quartas e sextas-feiras, das 9h às 12h do mês de agosto. Participantes devem dispor de materiais como papel, lápis, giz de cera, guache, cola e tesoura.

Os encontros têm o objetivo de trabalhar a autoestima usando a criatividade dos participantes em atividades prazerosas e artísticas, ao resignificar o tempo, aproveitando para se conhecer e se fazer mais feliz. Conforme a professora, as atividades vão oportunizar reflexão, valorização, desafios e lazer. "A criatividade e a convivência com colegas e arteterapeuta vão ajudar na elevação da tolerância, do bom humor e da alegria em estar fazendo arte. Haverá espaço para que pais/responsáveis possam se manifestar", explica. 

A edição do dia 27 de julho do Encontro com a Cultura Japonesa terá uma oficina de takô, também conhecidas como pipas ou papagaios, com o professor Ken Yamazato. Com o apoio da Biblioteca Pública de Santa Catarina, os encontros virtuais ocorrem toda segunda-feira, a partir das 15h, por meio da ferramenta Google Meet. Para participar, é necessário ter uma conta Gmail e enviar o endereço para o telefone (48) 99608-9500.

Ken Yamazato é Engenheiro Mecânico e de Segurança do Trabalho e, ao aposentar-se, criou a empresa Ken Yamazato Engenharia de Papagaios Pipamodelismo, com a qual percorre o Brasil ensinando matemática e história da ciência a partir desta tradicional arte de confeccionar papagaios. No Japão, a arte de construir e empinar papagaios, ou takô, é uma tradição milenar e possui diversos significados.

O professor está na edição brasileira do Guinness Book 1998 como o recordista na categoria Maior Trem de Pipas. O título foi conquistado em 1997, no Guarujá (SP), onde Ken colocou no ar 242 pipas de uma só vez. No ano seguinte, ele bateu seu último recorde quando colocou 3.344 papagaios em uma única linha. Em 2003, o engenheiro empinou uma pipa de 481m² de área, chegando ao 3º lugar no ranking mundial de maior pipa empinada em área projetada. Em julho de 2008, esteve em Florianópolis para colocar no ar a pipa de 1225,25m² (a 40m de altura durante 20 minutos).

Em parceria com a Biblioteca Pública de Santa Catarina, a arteterapeuta Marta Cristina Ferazza oferece sempre às terças e quintas-feiras a Oficina Virtual de Arteterapia. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (48) 99921 3053.

A Oficina tem o objetivo de trabalhar a autoestima usando a criatividade dos participantes em atividades prazerosas e artísticas, ao resignificar o tempo, aproveitando para se conhecer e se fazer mais feliz.

Os encontros virtuais ocorrem às 9h e às 14h, com duração de duas horas cada. Para participar, o material necessário é papel sulfite, lápis, borracha, cola, tesoura, régua, giz de cera ou lápis de cor e guache.

De 15 a 30 de junho será realizada a exposição virtual "Imin Matsuri", com trabalhos de artistas com a temática japonesa. A mostra seria realizada no hall da Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC), porém, o espaço encontra-se fechado ao público devido à pandemia da Covid-19.

A exposição poderá ser conferida em www.nipocultura.com.brclicando em "eventos virtuais".

A ação é realizada em parceria entre a BPSC e os realizadores dos Encontros com a Cultura Japonesa, que ocorrem de forma virtual às segundas-feiras. A programação das atividades pode ser acompanhada pela rede social da BPSC.

Conforme a organização da mostra, no próximo dia 18 de junho a imigração japonesa completa 112 anos em terras brasileiras. "Neste período a cultura japonesa criou raízes por aqui despertando interesse entre os não-descendentes. Muitos destacam-se nos esportes, nas artes, na gastronomia, na música, enquanto muitos japoneses e descendentes integraram-se à cultura do nosso país", destaca uma das organizadoras da atividade, Hisae Yagura Kaneoya.

Na mostra virtual será possível conferir o trabalho de Alessandra Nascimento com Kamishibai; os desenhos e pinturas de Amanda Miyuki, Bruno Urata, Guilherme Beraldo, Yuina Takase, Sumiê de Nadir Ferrari e Telma Anita Piacentini; a xilogravura japonesa de Ana Barroso Calle; a música de Luigi Antonio Irlandini, Masami Ganev, Massashi Murahara, Henrique Elias Sulzbacher; nas artes marciais, Dulcimar Antonio Grando, Kasuo Konishi, Bruno Bastos Venâncio, Kaminowaza Dojo De Aikido, Paulo Pierin; esculturas e marcenaria de Ronaldo Fugihara, Celso Makoto, João Kawabata; Bonsai de Fabiano Costa; Cerimonia do Chá de Teresa Sell; Bordado Sashiko de Eneida Soares de Macedo, Marisa Mallmann, Silvana Scheuer Becker; Origami de Guilherme Beraldo, Acústico Harlley Dayvison, Morgana Tesman; cerâmicas de Marina Tak Marina Emi Uieara, Yuumi Takahashi; e as armaduras de Anderson Tsukiyama.