FCC FacebookTwitterYoutube

Juntos é o título da mostra de documentários que será exibida na Sala de Cinema Integrado de Cultura (CIC), de11 a 14 de julho (quinta a domingo desta semana), com entrada gratuita. Com direção da cineasta Leticia Marques, e produção da Plural Filmes,  a  série com 13 episódios (os primeiros já começaram a ser exibidos no Canal Curta!) registra ações coletivas voltadas para a alimentação, meio ambiente, recursos hídricos, bioarquitetura, saneamento e educação. 


A diretora começou a escrever o projeto em 2014 e as filmagens, após parceria com a Plural Filmes e com o Canal Curta!, começaram em 2018. “Foi uma parceria bem sucedida, que possibilitou eu dirigir a minha própria série documental, com liberdade de criação. Além disso, uma oportunidade de eu levar histórias da Permacultura pelo mundo afora”, enfatiza a diretora. Ela conta que, durante o desenvolvimento do projeto, foram realizadas reuniões com canais de TV por assinatura - foi quando o Canal Curta! acabou se tornando parceiro e inclusive já exibiu os primeiros episódios da série.


A série é inspirada na história de pessoas que decidiram mudar de vida e trabalhar com a terra e de outras que estão no processo de aprendizado para serem mais resilientes e observarem o cuidado consigo mesmas e com os recursos naturais. “É importante a consciência que, ao trabalharmos contra a natureza, estamos indo contra nós mesmos”, observa. Ela tem a expectativa que o público que for assistir aos documentários se sinta tocado pelas histórias mostradas na tela e que essas experiências contribuam para mudanças positivas.

Episódios gravados em SC

Leticia Marques é cineasta, documentarista, formada em Cinema pela FAAP SP. Com anos de experiência em Montagem em Publicidade, Moda e conteúdo web, hoje Leticia tem o foco no desenvolvimento e criação de projetos de documentário em Florianópolis pela sua produtora Black Sheep Filmes. Seu primeiro curta metragem - O Corpo Conforme - ganhou prêmio de melhor filme Júri Popular no 16 Festival Mix Brasil e no, momento, trabalha na finalização do seu primeiro longa metragem de documentário - o Faça Você Mesma.

Foram gravados em Santa Catarina os episódios Terra Ancestral, Agricultura Orgânica e Agrofloresta. 

Sinopses por dia:

Programa 1 - Quinta-feira (11)
Duração: 90 minutos

Episódio Somando Histórias: Tiago e Luciana trabalham com a bioconstrução no bioma do cerrado; Rafaelle leva a experiência da permacultura para a pré-escola; Andréa regenera florestas e planta árvores com crianças; Aline e João se dedicam a projetos de agrofloresta na aldeia Guarani, território Morro dos Cavalos, e Dalva estimula o pensar na agricultura entre camponeses, enquanto Andrea Pesek transforma espaços urbanos - antes abandonados - em hortas. Histórias que se somam em um mundo em que se quer fazer a diferença e pensar junto novos caminhos.

Episódio Terra Ancestral: Antes de se falar em permacultura, agroecologia ou agricultura orgânica, os indígenas, povos tradicionais e ancestrais do território hoje brasileiro, já trabalhavam em comunhão com o meio. Na Tekoá Itaty, conhecida pelos não indígenas como Aldeia Cabeceira de Águas Limpas no Morro dos Cavalos, em Santa Catarina, os Guarani mantém a tradição de cuidar das águas, da terra e dos bichos, assim como sempre o fizeram, resistindo na forma de produzir e pensar o alimento.

Episódio Agricultura Orgânica: A agricultura sempre foi orgânica. Experiências de transformação do sistema tradicional com uso de veneno para o plantio de orgânicos junto a agricultores da região do Vale do Itajaí - Santa Catarina.

Programa 2 - Sexta-feira (12)
Duração: 90 minutos

Episódio Bioconstruindo: A bioconstrução é um modelo construtivo que se utiliza de elementos naturais na construção civil. Em pleno cerrado, o IPEC, instituto referência em Bioconstrução no Brasil, formando permacultores há mais de 20 anos, os mutirões possibilitam experiências de construção de casas nos moldes sustentáveis.

Episódio Plantando nas Escolas: No interior do Paraná, crianças da pré escola experimentam a permacultura e são estimuladas a sentir a floresta e o meio natural como parte integrante delas mesmas, compreendendo o ciclo do alimento a partir da observação e do convívio com as hortas.

Episódio Hortas Urbanas: Em 2014, o estado mais populoso do Brasil sentiu em seu principal centro urbano o colapso iminente, com a crise hídrica que cortou o banho, reduziu a lavagem de roupas e impactou no cotidiano e na cultura de vida do paulistano. Na contramão da crise hídrica, uma iniciativa de plantio de mudas e de proteção de nascentes revela uma cidade possível. Sim, existem horta e nascentes em SP.

Programa 3 - Sábado (13)
Duração: 120 minutos

Episódio Agrofloresta: Florianópolis, uma ilha cercada de mar, lagoas e Mata Atlântica, envoltas por uma cidade desigual e um trânsito que desafia projetos de mobilidade urbana. O sítio Çarakura proporciona às crianças de distintas escolas, especialmente das escolas públicas, a experiência de plantar árvores nativas, incentivando o pensar a agrofloresta e os espaços públicos e florestais.

Episódio Permacultores: Eles optaram pela permacultura como parte do existir. Vinicius trabalha em um mutirão de recuperação de nascentes em SP, Alessandra instala fossas  ecológicas e sustentáveis em comunidades rurais de Minas Gerais; Cintia revoluciona a comunidade Chico Mendes com projeto de compostagem da Revolução dos Baldinhos; Karin regenera áreas degradadas pela agricultura tradicional pela agricultura sintrópica, multiplicando suas descobertas e conhecimentos no Epicentro Dalva.

Episódio Saneamento Ecológico: A fossa sustentável (BET), também chamada de fossa ecológica e sua implantação via sistema de mutirões envolvendo a comunidade, na zona rural de Extrema, Congonhas do Norte, veio transformar o modo de pensar e agir da localidade. Ao contrário de projetos com soluções ambientais, desenvolvidos e aplicados nos centros urbanos, a Ong Contraponto Educação possibilitou sua execução a partir de envolvimento das pessoas da comunidade rural.

Episódio Preservando Nascentes: A importância de se plantar árvores para se recuperar e manter nascentes - experiências de recuperação de nascente no bairro do Butantã, em São Paulo. Em meio à sempre presente ameaça da crise hídrica, iniciativas de cidadãos são um movimento que parece pequeno, mas que, somados ou isolados, são a transformação.

Programa 4 - Domingo (14)
Duração: 90 minutos

Episódio Cuidar da Terra: É sobre a experiência da chamada agricultura sintrópica como regeneradora de florestas e, ao mesmo tempo, produtora de alimentos, uma opção transformadora e enriquecedora para residentes do Sítio Epicentro Dalva, no interior de São Paulo.

Episódio Revolução dos Baldinhos: A compostagem de resíduos orgânicos feita na comunidade Chico Mendes - “revolução dos baldinhos”- projeto premiado internacionalmente, impactou diretamente nas questões relacionadas à melhoria da qualidade de vida da população e no aumento da auto estima dos moradores.

Episódio Sintropia na Floresta: Algumas técnicas e ferramentas possíveis da agricultura sintrópica e a agrofloresta a partir de um mergulho no Sítio Epicentro Dalva.

Ficha técnica da série:
Direção e roteiro - Leticia Marques
Produção executiva - Marcia Paraiso - Helio Levcovtiz
Direção de fotografia - Kike Kreuger
Ass. de câmera - Karim Rojas
Som direto - Ju Baratieri
Montagem - Nara Hailer
Trilha sonora original - Constantina
Edição de som e mixagem - Leandro Cordeiro
Colorização - Kike Kreuger
Coordenação de finalização - Yasser Socarrás
Vinheta gráfica - Marcelo Butti
Arte gráfica - Camila Baratieri

Serviço: 
O quê: Mostra de Documentários Juntos
Onde: Sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Quando: dias 11, 12, 13 e 14 de julho (de quinta a domingo), das 20h30 às 22h
Entrada gratuita
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1367710493403968/?event_time_id=1367710500070634

A sessão Cinemática, produzida pela Cinemateca Catarinense ABD/SC, volta a promover a Semana Vitrine Filmes, de 25 a 28 de julho, às 20h, no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC). A realização é uma parceria com a distribuidora Vitrine Filmes e o Museu da Imagem e do Som (MIS/SC). A entrada é gratuita.

Programação:

los territorios25/7 - Los Territorios
Direção: Iván Granovsky
Gênero: Documentário
País: Brasil, Argentina e Palestina
Ano: 2018
Duração: 101 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Sinopse: Depois do ataque ao jornal Charlie Hebdo em Paris, Ivan, o filho fútil de um importante jornalista argentino, embarca em uma jornada, perseguindo diferentes eventos e conflitos geopolíticos ao redor do mundo. No entanto, encontrar os acontecimentos na linha de frente é uma tarefa árdua. E ainda mais difícil do que se tornar um correspondente de guerra é marcar as fronteiras entre sua vida e o egocentrismo que guia Ivan, seu pai e os conflitos globais da atualidade.

pela janela26/7 - Pela Janela
Direção: Caroline Leone
Gênero: Drama
País: Brasil e Argentina
Ano: 2018
Duração: 87 minutos
Classificação Indicativa: 10 anos
Sinopse: Rosália é uma dedicada operária de 65 anos que dedicou a vida ao trabalho em um fábrica de reatores da periferia de São Paulo. Certo dia acaba demitida e é consolada pelo irmão José, com quem vive. Ele resolve levá-la em uma viagem de carro até Buenos Aires com o objetivo de distraí-la e no país vizinho Rosália vê pela primeira vez um mundo desconhecido e distante de sua vida cotidiana.

 

as filhas do fogo27/7 - As Filhas do Fogo
Direção: Albertina Carri
Gênero: Drama
País: Argentina
Ano: 2018
Duração: 111 minutos
Classificação Indicativa: 18 anos
Sinopse: Insatisfeitas com suas próprias vidas, três mulheres independentes de meia-idade se encontram por acaso, bem longes de suas casas, e começam a se relacionar de maneira poliamorosa. Quando percebem que estão livres daquilo que acreditam ser regras sociais possessivas, elas decidem formar um grupo cujo propósito é libertar outras mulheres que estejam passando pelos mesmos problemas.
*Com debate após sessão.

diamantino28/7 - Diamantino
Direção: Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt
Gênero: Comédia
País: Brasil,
Ano: 2018
Duração: 87 minutos
Classificação Indicativa: 14 anos
Sinopse: Diamantino é uma estrela do futebol mundial, até que, de repente, perde todo o seu talento e se aposenta como um fracasso aos olhos da opinião pública. A partir disso, o ex-craque passa a procurar um novo propósito para a sua vida. Inicialmente ele resolve confrontar o neo-fascismo, em seguida se envolve com a crise dos refugiados, chegando na questão da modificação genética até a busca pela origem do genial.

Neste sábado, 06 de julho, será realizado o Encontro Audiovisual Catarinense. O evento será das 14h às 18h, na sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC).

No encontro serão discutidas questões relacionadas ao setor, bem como o contexto da Cinemateca Catarinense e da Associação Brasileira de Documentaristas (ABD) em Santa Catarina dentro da nova Lei do Sistema Estadual de Cultura e as paridades da ABD nacional. A reunião ocorre durante a 18ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis.

Programação:

14h - Cadastramento;
14h30 - Apresentação dos nomes eleitos na cadeira do audiovisual do CEC.
Com Dagma Castro, Ebner Gonçalves e Ramayana Lira, e representações das mesorregiões;
14h45 - Painel: Estrutura e formação de um Fórum Permanente Setorial Catarinense, com Ana Ligia Becker e Marcelo Seixas;
15h20 - Discussão: Construção do Fórum Permanente Setorial do Audiovisual Catarinense em conformidade com o Sistema Estadual de Cultura (Siec);
16h30 - Intervalo;
16h45 - Painel: Cinemateca Catarinense/ABD-SC hoje;
17h20 - Discussão: Atualização e renovação da Cinemateca Catarinense/ABD-SC;
18h30 - Encerramento.

Os organizadores receberão manifestações prévias por escrito de setoriais / câmaras municipais do audiovisual quem não possam estar presentes no dia 06 de julho e/ou que queiram registrar alguma proposta de encaminhamento para qualquer das pautas. O e-mail é Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Serviço

Encontro Audiovisual Catarinense
Data: Sábado dia 06 de julho de 2019 
Horário: das 14 às 18h30
Local: Sala de Cinema do CIC em Florianópolis.

A exposição Quebrando o silêncio: a poética do Rock ficará aberta ao público de 11 de julho a 11 de agosto, no espaço de oficinas do Centro Integrado de Cultura (CIC). A mostra tem o intuito de comemorar o Dia do Rock, celebrado em 13 de julho. Com ela, o fotógrafo Nefhar Borck exibirá imagens de shows de rock realizados em Santa Catarina e trechos de músicas.

A exposição ficará aberta de terça a domingo, das 10h às 21h, com entrada gratuita.

Nefhar Borck uniu as duas paixões - música e fotografia - e captou pelas lentes os melhores momentos de cada show nos palcos catarinenses. As fotos incluem bandas nacionais e internacionais, sendo que em sua maioria retratam momentos de bandas locais. "As fotos estão acompanhadas de trechos de letras de músicas que retratam a cultura e a poesia do Rock’n'Roll, mostrando a força, irreverência e a contestação”, explica o fotógrafo.

A exposição traz à tona a poética do Rock e apresenta aos visitantes as ricas características da origem do gênero musical que atravessa gerações quebrando o silêncio de temas polêmicos como religião, política, sexo, drogas e Rock’n'Roll. O Rock é uma das mais importantes formas de manifestação cultural, que nasce a partir de uma mistura de gêneros musicais como blues e soul music. O Rock´n'Roll é formado por uma grande diversidade de estilos e representa a cultura de diversos países.

Serviço

Exposição Quebrando o silêncio: a poética do Rock
Quando: 11/07 a 11/08, das 10h às 21h
Onde: Espaço das Oficinas do Centro Integrado de Cultura (CIC) – Florianópolis/SC
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita.

O Cineclube da Mostra de Cinema Infantil divulgou a programação para o mês de julho. As sessões acontecem aos sábados, às 16h, com entrada gratuita e classificação indicativa livre.

No dia 06 não haverá sessão na Sala de Cinema do CIC devido à realização da Mostra de Cinema Infantil no Teatro Pedro Ivo. A programação completa do evento está em www.mostradecinemainfantil.com.br

curtas selecionadosNo dia 13 e no dia 27 serão realizadas sessões de curtas-metragens com "Os melhores da 18ª Mostra de Cinema Infantil".  

 

 

 

aventuras dos brinquedos 03No dia 20 haverá a "Sessão FICI Longa-Metragem Os melhores da 18ª Mostra de Cinema Infantil", com exibição do filme Aventuras dos brinquedos (Toys and Pets Adventures - Tea Pets, de Gary Wang, China, animação, 2017, 98 min). No filme, Nathan é um boneco de porcelana usado por apreciadoresde chá. De todos os outrosbrinquedos míticos, ele é o únicoque não muda de cor em contato com a água quente. Sendo assim, Nathan quer descobrir por que é diferente. O encontrocom um pequeno robô, além de uma grande aventura,pode ser a oportunidade que ele esperava.