FCC FacebookTwitterYoutube

O espetáculo Rock’n Camerata, que completou em 2019 onze anos de grande sucesso de público e crítica, com centenas de apresentações bem sucedidas em diversas cidades do Brasil, sempre atraindo multidões aos concertos ao ar livre, teatros e casas de shows realizados, está de volta para única apresentação no dia 19 de julho, às 20h, no Teatro Ademir Rosa.

O projeto da Camerata Florianópolis consiste em prestar uma homenagem ao mais planetário dos gêneros musicais: o rock. Trata-se de um concerto/show com a participação da banda de rock Brasil Papaya Instrumental, os vocalistas Daniel Galvão, Rodrigo Gnomo Mattos e a cantora de ópera Carla Domingues. A regencia é do maestro Jeferson Della Rocca e conta com os arranjos do compositor e pianista Alberto Heller.

A produção do espetáculo é de Maria Elita Pereira.


Serviço:

O quê: Rock'n Camerata
Quando: 19 de julho, às 20h
Onde: Teatro Ademir Rosa - Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Classificação indicativa: Livre
Ingressos:
Filas A a S - R$ 110,0 inteira; R$ 55,00 meia-entrada (estudantes, idosos, pessoas com deficiência, menores de 18 anos, doadores regulares de sangue e professores); R$ 88,00 convênio (Clube NSC);
Filas T a Zb - R$ 80,0 inteira; R$ 40,00 meia-entrada (estudantes, idosos, pessoas com deficiência, menores de 18 anos, doadores regulares de sangue e professores); R$ 64,00 convênio (Clube NSC).
**Vendas nas bilheterias dos teatros e no site Blueticket. Ingressos numerados.

O Teatro Ademir Rosa, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), recebe neste sábado (20) o espetáculo Especial Sinfônico Queen, da Orquestra Sinfônica de Santa Catarina. O show começa às 20h.

Um seleto time de músicos da OSSCA divide com a banda Queen Don't Stop a tarefa de produzir a homenagem a uma das maiores bandas da música universal. A direção artística é do maestro José Nilo Valle. produção executiva de André Almeida e arranjos de Bruno Arceno.


Serviço:

O quê: Orquestra Sinfônica de Santa Catarina: Especial Sinfônico Queen
Quando: 20 de julho, às 20h
Onde: Teatro Ademir Rosa - Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 60,00 inteira; R$ 30,00 meia-entrada (estudantes, idosos, pessoas com deficiência, menores de 18 anos, doadores regulares de sangue e professores).
*Venda nas bilheterias dos teatros e no site Blueticket. Ingressos numerados.

O terceiro e último dia do 5º Fórum Catarinense de Museus começou com relatos de experiências em museus catarinenses e com o encontro de estudantes de Museologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O evento se encerra nesta quarta-feira (17), após três dias de intensa programação em edificações históricas da cidade de Laguna, no litoral sul catarinense.

Por parte dos museus administrados pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), os servidores Sérgio Prosdócimo, Eliane Prudêncio da Costa e Maria Helena Barbosa apresentaram ações de inclusão, educação e difusão desenvolvidas no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), além do projeto Gerações MASC – Museu em Movimento. Da mesma forma, as servidoras do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC) Cristiane Ugolini e Márcia Carlsson relataram experiências de aproximação com o público e programas de formação e educação.

A programação da tarde teve um painel sobre os instrumentos da Política Nacional de Museus, como o registro e o cadastro, gerenciados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). A formação em Museologia também teve espaço, com uma roda de conversa que contou com a presença do professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Júlio César Bittencourt Francisco e do vice-coordenador do curso de Museologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Marcelo Bernardo Cunha, com a mediação da professora da UFSC, Rosana Dias do Nascimento.

Presente em diversos momentos do encontro, a temática da educação em museus também foi abordada em uma conferência na tarde desta quarta-feira. A educadora Fernanda Castro falou sobre o Plano Nacional de Educação Museal (PNEM) que, entre outros conteúdos, traz orientações sobre a educação em museus e ressalta a importância da participação democrática nas políticas públicas sobre o assunto.

Estatuto Catarinense de Museus

Um dos principais acontecimentos do Fórum Catarinense de Museus foi a aprovação da minuta para o Estatuto Catarinense de Museus. Segundo o Sistema Estadual de Museus (SEM/SC), Santa Catarina foi o segundo estado do Brasil a ter essa iniciativa, atrás somente de Minas Gerais. O documento foi elaborado em conformidade com as leis e decretos nacionais sobre museus.

Ao fim do encontro, ainda, os participantes foram convidados a participar do Seminário Internacional de Armações Baleeiras, que será realizado nesta sexta-feira (19), no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.

A tarde desta terça-feira (16) foi dedicada a estudos e discussões sobre o Estatuto Catarinense de Museus na programação do 5º Fórum Catarinense de Museus. A intenção é aprovar uma minuta do documento até o fim do encontro, realizado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Sistema Estadual de Museus (SEM/SC), em Laguna.

Pela proposta - após aprovado e sancionado - o Estatuto Catarinense de Museus servirá como instrumento legal para contribuir com a gestão pública e privada de museus e a promoção de boas práticas nesses espaços. Instituirá oficialmente o Cadastro Catarinense de Museus, programa responsável pela produção de conhecimento e informações sistematizadas sobre o setor, e o Registro Catarinense de Museus para formalização das instituições museológicas catarinenses.

Outro ponto amplamente discutido é a elaboração e a atualização periódica do Plano Setorial de Museus, que deverá seguir princípios como a liberdade de expressão e criação, o respeito à diversidade cultural e étnica e a responsabilidade pela preservação do patrimônio cultural catarinense, entre outros pontos.

Tais medidas, caso o Estatuto Catarinense de Museus seja implementado, serão prerrogativas do Comitê do Patrimônio Museológico Catarinense. Esse colegiado será composto por representantes da sociedade civil, de órgãos da área de patrimônio, de museus catarinenses de todas as regiões do estado, de instituições de ensino e de conselhos profissionais.

Oficinas e capacitação

Durante a manhã, os participantes do encontro se dividiram em oficinas. Os temas abordados foram Gestão Museológica, Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado, Documentação Museológica e Turismo Cultural e Museus. As oficinas foram realizadas em diferentes espaços culturais e históricos do município de Laguna.

O Fórum Catarinense de Museus continua com sua programação nesta quarta-feira (17), com paineis, conferência, relatos de experiência e plenária final.

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) publica, no arquivo disponibilizado abaixo, a justificativa de inexigibilidade de chamamento público do Instituto Festival de Dança de Joinville.

Justificativa Inexigibilidade Festival de Dança Joinville