FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

O Conselho Estadual de Cultura (CEC) promoveu mais uma reunião on-line na tarde desta quarta-feira (8). O encontro, que contou a participação de conselheiros, representantes da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e convidados, foi dividido em três momentos. O primeiro deles foi dedicado à deliberação de questões internas.

Na segunda etapa da reunião, Ana Lígia Becker, administradora do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS-SC) e presidente da Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) do Edital Emergencial da Cultura apresentou a minuta do documento para tratativas. O edital segue os ritos legais e deve ser anunciado em breve.

No terceiro período, aberto ao público e transmitido via YouTube, Ana Lígia, que também é presidente da COA do Prêmio Catarinense de Cinema, compartilhou informações sobre o edital de 2020. “Fizemos um amplo estudo das últimas três edições do Prêmio para ver a evolução. Baseado nesse processo, chegamos a esse texto”, disse.

O documento foi muito bem recebido pelos membros do CEC. “Nós conseguimos construir um edital pautado em políticas públicas culturais. Estou muito feliz com o resultado desse trabalho”, declarou Marcinha Ferreira, conselheira do CEC e integrante da COA.

A presidente da FCC, Ana Lúcia Coutinho, também se mostrou satisfeita: “mesmo com as dificuldades enfrentadas após o surgimento dessa pandemia, o Governo do Estado de Santa Catarina conseguiu cumprir mais esse compromisso assumido”.

Convidada para a reunião, Cíntia Domit Bittar, representante do audiovisual da Grande Florianópolis, mencionou algumas contestações do setor. Após análise, a questão que diz respeito à nota de corte foi deferida pela Comissão Permanente de Licitação (CPL). A retificação será publicada no Diário Oficial do Estado nos próximos dias.