FCC FacebookTwitterYoutube

A Galeria do Artesanato da Casa da Alfândega mudará de endereço temporariamente, passando a funcionar na Praça XV de Novembro, esquina com a Rua Victor Meirelles, no centro de Florianópolis.  A mudança será necessária devido às obras de restauro do antigo prédio da Alfândega, localizado ao lado do Mercado Público Municipal.  Para realizar a transferência dos produtos e mobiliário, a Galeria do Artesanato ficará fechada entre os dias 20 e 27 de maio. 

O entorno da Casa da Alfândega passa por processo de revitalização desde o ano pasado. A obra também prevê a instalação de decks de madeira, de espelhos d’água com esguichos e de bancos de concreto com assentos de madeira e nova iluminação. Essa é uma ação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em parceria com a Prefeitura de Florianópolis.

Com a nova localização da Galeria, junto à  Praça XV de Novembro, o principal objetivo  da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), órgão que faz sua administração, é preservar o artesanato de base cultural e a valorizar o saber fazer do povo catarinense. O horário de atendimento da Galeria do Artesanato permanecerá o mesmo, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30; e aos sábados, das 9h às 13h. A entrada é gratuita.

Sobre a Casa da Alfândega

A Casa da Alfândega, construída em estilo neoclássico, foi inaugurada em 29 de julho de 1876, data que coincidia com o aniversário da princesa Isabel. As atividades alfandegárias duraram mais de 90 anos, encerrando-se apenas em 1964 em decorrência do fechamento do porto de Florianópolis. O prédio passou, então, a sediar o arquivo da Receita Federal.

Mais tarde, entre 1977 e 1979, a edificação foi cedida ao Estado de Santa Catarina, restaurada e reinaugurada como sede do Museu Histórico de Santa Catarina, que permaneceu no local até 1986, e do Museu de Arte de Santa Catarina, que ficou no espaço até 1983. Após passar por obras de conservação em 1984, o prédio abriga, desde 1988, o projeto Galeria do Artesanato, comercializando trabalhos de artesãos oriundos de várias regiões do Estado, numa demonstração das várias etnias colonizadoras com suas habilidades genuínas.

 

 

Com as obras na Casa da Alfândega e entorno, na região central de Florianópolis, a entrada da Galeria do Artesanato está acontecendo pela Rua Conselheiro Mafra. 

No espaço são comercializados trabalhos artesãos de várias regiões de Santa catarina, numa demonstração das várias etnias colonizadoras com suas habilidades genuínas.  O intuito da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), que administra a Galeria, é a preservação do artesanato de base cultural na valorização do saber fazer do povo catarinense.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30. Aos sábados, abre das 9h às 13h, com entrada gratuita.

A partir dessa semana, a entrada da Galeria do Artesanato da Casa da Afândega, no centro de Florianópolis, ocorre pela Rua Conselheiro Mafra até o fim das obras de revitalização do prédio e seu entorno.

Em comemoração ao Dia Internacional do Folclore, membros da Academia Brasileira de Contadores de História e Integrantes do Grupo Mãos que Tecem Histórias vão à Casa da Alfândega para contar lendas, causos e  mitos. A atividade será realizada nesta sexta-feira, 24, a partir das 14h, com entrada gratuita.

Serviço:

Comemoração ao Dia do Folclore

Quando: 24/08/2018

Horário:  das 14 às 16 horas.

Local: Casa da Alfândega - Rua Conselheiro Mafra, Centro, Florianópolis.

Entrada gratuita.

O Centro da Cultura Popular Catarinense, espaço administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e que está instalado na Casa da Alfândega, promove duas demonstrações de técnicas artesanais com dois expositores especialistas. A primeira será no sábado (5), das 9h30 às 12h30, com o artesão André Luis Santiago Doliveira que falará sobre a técnica do entalhe. A entrada é gratuita.

No dia 12 de maio, o público poderá conferir também a aplicação da técnica de vitrificação em cerâmica e todas as etapas da queima com a artesã Jaelice Aparecida Monteiro. Também no mesmo horário (das 9h30 às 12h30) e com entrada livre.

Os dois integram o grupo de 71 artesãos selecionados por meio de concurso realizado pela FCC no a no passado para expor e comercializar artesanato de referência catarinense na Casa da Alfândega. O próprio Centro da Cultura Popular foi revitalizado para receber os novos ocupantes e reaberto em abril.

Serviço

Demonstração de técnicas em artesanato


Quando: Sábado (5/5), das 9h30 às 12h30
Ministrante: André Luis Santiago Doliveira apresenta a técnica do entalhe
Local: Centro da Cultura Popular Catarinense, Casa da Alfândega, Centro, Florianópolis
Entrada: gratuita

Quando: Sábado (12/5), das 9h às 12h30
Ministrante: Jaelice Aparecida Monteiro apresenta a técnica de vitrificação em cerâmica
Local: Centro da Cultura Popular Catarinense, Casa da Alfândega, Centro, Florianópolis
Entrada: gratuita

Informações: (48) 3665-6097